International Office

 

Um panorama sobre globalização e educação

 

Por diversas décadas, acreditamos que as pessoas que percebiam o mundo como um mapa plano não eram esclarecidas e/ou educadas.

No entanto, o livro do ganhador de Prêmio Nobel, Thomas Friedman, intitulado “The world is flat “ (O mundo é plano, 2005) esclareceu que se o mundo não é exatamente plano; é, porém, profundamente interconectado. Friedman observa como o avanço de tecnologia e a queda das barreiras de comércio contribuíram para a integração dos mercados e nações   capacitando indivíduos e companhias ao redor do mundo a se interligarem de maneira rápida e mais econômica, como nunca ocorreu na história da humanidade dos últimos 60 anos. Temos presenciado a evidência de interconectividade de nossas vidas no dia-a-dia, seja através da alimentação, utilização de produtos internacionalmente   disponíveis e contatos com pessoas da “Global Village”, através da Internet.

Vale ressaltar que a economia liberal da China iniciada na década de 1980, o desenvolvimento econômico da Coréia do Sul em 1987, a dissolução da União Soviética em 1991 e o desenvolvimento de tratados de livre comércio no início da década de 1990 introduziram 3 bilhões de pessoas aos mercados da economia global.  No final da década de 1990, a preparação do mundo para o “Bug” do Milênio “Millenium Bug” desencadeou mudanças de paradigmas de consumo global, assim como todo este processo foi acelerado pela adesão da China (em 2001) à Organização Internacional do Trabalho (World Trade Organization) e pela implantação de economia liberal da Índia em 2003.

Os resultados têm sido colossais e o alcance da globalização tem sido imensurável nos segmentos políticos, econômicos, comerciais, educacionais e sociais.

Apesar dos padrões econômico-sociais serem ainda extremamente desiguais ao redor do mundo (onde o processo de globalização às vezes representa uma soma de zeros) mais de 400 milhões de pessoas ultrapassaram a linha de pobreza desde a década de 1980, movimento de ascensão   jamais registrado na história da humanidade.  O crescimento da urbanização e da classe média   tem   criado gigantescos mercados de produtos e serviços de todos os tipos. Por outro lado, a integração global das economias e suas   teias de informação, e a globalização de   mercados de capitais, comércios, cadeias de suprimentos, serviços e plataformas tecnológicas transformaram a conexão (entre as empresas e indivíduos) ainda mais intensa.

Na maior economia do planeta, a competição tornou-se ainda mais acirrada devido à drástica redução de trabalhadores menos qualificados, ao aumento dos sistemas de automação e também à “ Morte das Distâncias” causada pela disseminação da tecnologia, colocando os trabalhadores do mundo todo diretamente no âmbito competitivo internacional. Além disso, o rápido crescimento de mercados emergentes também significou a necessidade de preparar os estudantes para desempenharem novas funções e habilidades, de forma a serem competitivos no mercado global. Estes mercados buscam trabalhadores fluentes em diversas línguas estrangeiras e que sejam conhecedores de culturas diversas e seus valores sociais, comerciais e éticos. As questões mais urgentes dos novos tempos desconhecem as fronteiras das nações e os desafios mais contundentes incluem a degradação ambiental, aquecimento global, terrorismo, proliferação de armas, pandemias e escassez de água e recursos naturais.

Como a linha entre o meio ambiente doméstico e o internacional continua turva, detecta-se a necessidade de melhor conhecimento de culturas emergentes

Sendo os Estados Unidos a maior potência mundial do Século XX no campo econômico e militar desde o Império Romano (Zakaria, 2008, p. 217), detecta-se a  necessidade  de melhor conhecimento de  culturas emergentes  e análise das transformações  políticas, econômicas, tecnológicas, culturais e sociais ao redor do mundo. Desta   forma, a Educação   tornou-se o elemento fundamental de interconectividade de culturas, línguas, padronização de tecnologias e compreensão de tradições, valores e atitudes das mais diversas culturas.

Vale ressaltar que os principais desafios das entidades de ensino superior incluem o processo de internacionalização dos programas, interdisciplinaridade dos currículos, acesso de alunos às entidades de ensino, promoção da igualdade de gêneros e reunião de esforços internacionais para o desenvolvimento de pesquisas de questões complexas de interesse das nações.


Ciente destas transformações de  caráter  global, a FECAP  inova através da criação do “International Office”  departamento  que deverá estimular o intercâmbio cultural e educacional entre os alunos da FECAP e da  comunidade acadêmica com  diversas nações tais como os Estados Unidos,  Reino Unido, Canadá , Europa, Nova Zelândia e Austrália. A FECAP deverá estreitar os laços educacionais  com diversas nações  buscando o intercâmbio acadêmico de curta e longa  duração  com entidades  de  ensino superior de real valor.

Com o  objetivo de promover  a exposição dos  alunos ao processo de  Internacionalização, a FECAP  promoverá programas de língua estrangeira  e programas de gestão de curta duração  nas férias acadêmicas  que constituem intercâmbios acadêmicos intensivos com as nossas instituições parceiras.

Os objetivos gerais  dos Programas Internacionais de Férias incluem o aprimoramento dos conhecimentos  de diversas línguas, ampliação do conhecimento de culturas  de diversos países  e  ainda o estreitamento das relações do mundo de negócios corporativos  bem como das culturas  gerenciais de  outros  continentes, estimulando as  habilidades de negociações e  aquisição  de novas habilidades administrativas para melhor adaptação  dos alunos aos  desafios  do mundo contemporâneo.

INTERNATIONAL OFFICE: Missão, Visão Panorâmica e Parcerias Internacionais

Missão

A missão do International Office constitui na oferta de serviços de orientação educacional para cursos no exterior de forma  transparente e objetiva aos  alunos, para que os mesmos tenham uma visão realista das condições, oportunidades e desafios dos cursos de Ensino Médio, Graduação, Especialização e Pós-Graduação, visando adquirir experiência acadêmica, cultural e domínio de  idiomas estrangeiros em diversos países dos 5 continentes.

O International Office da FECAP oferece serviços de mentoria educacional para cursos no exterior para alunos , colaboradores e professores. A orientação educacional inclui aconselhamento para programas de Ensino Médio, Cursos de Especialização, Graduação e Pós-Graduação. O International Office constitui parte da Reitoria de Extensão e Educação Continuada, criado para estimular o intercâmbio acadêmico e cultural entre o nossos alunos com a comunidade internacional em diversos níveis educacionais, incluindo programas de High School (Ensino Médio), Graduação, Mestrado e Programas de Especialização de curta duração. Oferecemos também consultorias para alunos que necessitam aprimorar seus conhecimentos da língua inglesa no período de férias (Dezembro-Janeiro e/ou Julho), com o objetivo de realizar programas de Inglês Acadêmico, Inglês para Negócios, Preparatórios para exames de proficiência , tais como TOEFL, IELTS, PET, SAT, GRE e GMAT.

O International Office tem firmado parcerias com universidades estrangeiras, através de acordos unilaterais e bilaterais com diversos países, tais como , Austrália, Canadá, Chile, Colômbia, Espanha, Itália , Portugal, Inglaterra, Nova Zelândia e Estados Unidos. Quanto aos programas de Ensino Médio temos parcerias com escolas da Província de Ontario, British Columbia e Alberta.

Ao estabelecer uma via de mão dupla no processo de internacionalização e estimular o desenvolvimento do multiculturalismo no campus, a FECAP tem também recebido alunos de outros países para realizarem seus estudos de um Semestre (Semestre Abroad) tais como: Alemanha, Espanha e Itália.

Objetivos

  • Fomentar a Internacionalização do Campus FECAP e promover a recepção de alunos estrangeiros no Brasil, considerando-se acordos bilaterais;
  • Promover o serviço de mentoria para alunos da FECAP que desejam realizar seus estudos no exterior por um semestre (Semestre Abroad) com convalidação de créditos, considerando-se acordos bilaterias;
  • Facilitar e orientar os alunos da FECAP que desejam aperfeiçoar seus conhecimentos da língua inglesa através de programas de ESL oferecidos por universidades reconhecidas;
  • Orientar alunos da FECAP quanto ao procedimento de matrícula e inscrição de BOLSISTAS DO PROGRAMA IBERO-AMERICANAS (Bolsas oferecidas na Espanha e Portugal pelo BANCO SANTANDER);
  • Oferecer oportunidades de conhecimento de novas metodologias de ensino e acesso aos instrumentos de acesso a informação com tecnologia-de-ponta;
  • Estimular o conceito de tolerância racial e social entre a comunidade estudantil;
  • Fomentar o conhecimento de vocabulário acadêmico em língua inglesa entre a comunidade estudantil com vistas à maior compreensão da literatura de vanguarda publicada em jornais científicos;
  • Estreitar os laços de pesquisa e aplicação prática de teoria através do estabelecimento de parcerias entre o conhecimento de sala de aula e o ambiente de trabalho do mundo global contemporâneo;

Objetivando-se a construção de pontes entre a educação e globalização, o International Office oferece orientação aos estudantes e colaboradores interessados em realizar estudos em universidades e ou escolas em instituições no exterior, tais como:

  1. High School Programs ( 5 or 10 months)
  2. Intensive English Language Programs (General English, Academic English ,Business English , Legal English, TOEFL PREP, IELTS PREP);
  3. Language courses overseas ( Spanish, Italian, German, Mandarin, French)
  4. Short-term Certificate programs specialized in several areas of the human knowledge such as: Introduction to Business, Basics of Project Management, Organizational Behavior, Marketing, International Business, Operations & Management, Supply Chain, International Finance, Project Management, International Business Law, Media & Global Communications, International Tourism and Hotel Management Global Human Resources Management.
  5. University Credit Programs (Study Abroad Programs) that provide a flexible study abroad opportunity and academic excellence to students and professionals. Some areas are: Accounting, Anthropology, Cognitive Science, Economics, Mathematics, Political Science, Psychology, Organizational Leadership, Global Business Strategy , Business Ethics, Enterprise Finance, Financial Investments).
  6. Graduate Programs (M.A. – Master of Arts Degree, M.S. Master of Science Degree – MBA – Master of Business Administration)

A FECAP tem estabelecido vários acordos bilaterais para promover o Intercâmbio de alunos por um semestre acadêmico bem como tem firmado acordos para obtenção de redução de custos para alunos.

Acordo Bilateral – Isenção de Custos

Programa de estudos por 1 (um) semestre para alunos da FECAP matriculados a partir do 3º semestre.

  1. Universidad de Sevilla – Undergraduate – Visitor Exchange Programs
  2. Universitá Degli Studi Di Parma – Undergraduate – Visitor Exchange Programs-
  3. Universitá Degli Studi di Parma – Pós Graduação – dupla titularidade ( MPA)
  4. Univerdidad de Cantabria – Undergraduate – Visitor Exchange Programs
  5. Universidad Miguel Hernandez de Elche – Undergraduate – Visitor Exchange Programs
  6. Universidad de Deusto, Bilbao. – Visitor Exchange Program
  7. Universidad Antioquia de Medellin- Visitor Exchange Program
  8. Universidad Catolica de Murcia, Visitor Exchange Program
  9. Universidad de Cádiz – Spain – Visitor Exchange Program

Carta de Intenção – Redução de Custos – Cursos de curta duração (1-6 meses)

  1. ENFOREX – Programa de Língua Espanhola (Barcelona, Granada, Alicante, Salamanca, Sevilha, Málaga, Marbelha, Cádiz, Santander)
  2. Academia Eureka – Programa de Língua Espanhola (Madri)
  3. WESLI – Wisconsin Englsih as Second Language Institute – Programa de Inglês e preparatórios para os Exames TOEFL, IELTS
  4. University of South Carolina – Darla Moore School of Business ( Certificate Program – Curso de Escpecializaçao de Curta Duração)
  5. University of Alabama, Tuscaloosa – Programa de Inglês e Study Abroad (5 meses com créditos)
  6. University of California Irvine – School of Continuing Education – Programas de Inglês, Programas de Especialização de Curta Duração.
  7. University of California San Diego – Extension Division – University Credit Programs
  8. University of California Berkeley – Extension Division – International diploma Programs –
  9. Northwest Missouri State University , Maryville, MO – Programa de Graduação e Pós-Graduação
  10. Southern New Hampshire University, Manchester, NH – Programa de Graduação e Pós-Graduação.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

Roseli Azevedo

Coordenadora do International Office

E-mail roseli.azevedo@fecap.br