Reforma Trabalhista e o Sistema Brasileiro de Relações do Trabalho [ADIADO]

  • Carga Horária do Curso: 8 h/aula
  • Local: Centro Universitário FECAP Liberdade (Av. da Liberdade, 532).
  • Data: ALTERAÇÃO PARA 13 E 20 DE JANEIRO DE 2018
  • Horário: 9h00 às 12h40
  • Professor: Paulo Valle
  • Valor:  Alunos e ex alunos FECAP: R$ 120,00
    Externos: R$ 360,00

 

bt_insc

 

Plano de ensino:

 

PÚBLICO-ALVO:

Profissionais das áreas de Recursos Humanos e de Relações Sindicais e Trabalhistas interessados em conhecer e analisar as principais alterações promovidas pela Lei 13.467/2017 (Reforma Trabalhista) em diferentes aspectos da legislação trabalhista, bem como seus possíveis impactos nas relações de trabalho e na negociação coletiva.

 

OBJETIVO(S):

  • Identificar e analisar as principais alterações introduzidas pela Lei 13.467/2017;
  • Avaliar os principais impactos da Reforma nas relações de trabalho, no mercado de trabalho e na negociação coletiva
  • Identificar riscos e oportunidades da Lei 13.467/2017 para as empresas e empregados
  • Apresentar de forma sintética as principais características das reformas trabalhistas que ocorreram no mundo e seus impactos no mercado de trabalho

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

  • Origem e evolução do Sistema Brasileiro de Relações de Trabalho – SBRT.
  • Iniciativas institucionais de alteração no SBRT: resultados e limites
  • A Reforma Trabalhista: da MP de dezembro de 2016 à Lei 13.467/2017
  • As principais alterações introduzidas pela Lei 13.467/2017
  • As mudanças propostas pela MP 808
  • Possíveis impactos da Lei 13.467/ 2017 nas relações de trabalho
  • Reformas trabalhistas em perspectiva internacional comparada: características e impactos.

 

METODOLOGIA – ESTRATÉGIA DE ENSINO:

  • Exposição dialogada de temas;
  • Estudo dirigido da Lei 13.467/2017;
  • Trabalhos em grupos para identificação e análise dos impactos da Reforma Trabalhista
  • Exercício de argumentação sobre um item da Reforma Trabalhista

 

AVALIAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO:

Não haverá avaliação de conteúdo. É necessário estar presente, no mínimo, em 75% das aulas.

 

BIBLIOGRAFIA

  • REFORMA TRABALHISTA E OS IMPACTOS SOBRE OS TRABALHADORES. DIEESE, Nota Técnica 187/2017.
  • RESOLUÇÕES DO FÓRUM NACIONAL SOBRE CONTRATO COLETIVO E RELAÇÕES DE TRABALHO (1993). Trechos selecionados. DIEESE, 2017
  • EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS DO FÓRUM NACIONAL DO TRABALHO (2004). Trechos selecionados. DIEESE, 2017
  • “Como ficam as negociações entre patrões e empregados com a reforma trabalhista. Ingrid Fagundez – BBC Brasil, 11 julho 2017
  • Termo de compromisso dos bancários para a negociação coletiva pós reforma trabalhista. CONTRAF-CUT

 

CURRICULO RESUMIDO DO PROFESSOR:

Regina Coeli Moreira Camargos, bacharel em Ciências Econômicas pela UFMG (1987), Doutora em Ciência Política pela UFMG (2008). Trabalha no Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE. Assessora técnica da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro – CONTRAF -, onde participa das mesas de negociação com a Federação Nacional dos Bancos – FENABAN -, elabora estudos e análises sobre temas relacionados ao setor financeiro e às relações de trabalho e coordena diversos cursos de formação e capacitação sindical.

4 comentários sobre “Reforma Trabalhista e o Sistema Brasileiro de Relações do Trabalho [ADIADO]”

  1. Meu nome é Debora, sou ex-aluna do curso de pós-graduação e
    gostaria de fazer a inscrição para o curso sobre reforma trabalhista e o sistema brasileiro de relações do trabalho.

    1. Prezado Evandro,

      O curso de Reforma Trabalhista e o Sistema Brasileiro de Relações do Trabalho foi adiado, uma vez que, não atingimos o número mínimo de alunos para fecharmos a turma.

      O curso acontecerá em Fevereiro ou Março, a nova data será divulgada em breve.

      Para os alunos que efetuaram o pagamento e não poderão fazer o curso, por favor abrir um chamado na Central do Aluno pedindo reembolso do valor pago.

      Lembrando que ainda temos outros cursos de extensão acontecendo neste mês de férias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *